Miss e Mister Brasil 2019, Juliana Malveira e Antony Marquez, são eleitos em São Paulo

Miss e Mister Brasil 2019, Juliana Malveira e Antony Marquez, são eleitos em São Paulo

Aconteceu na madrugada da terça-feira, a eleição do homem e da mulher mais belos do país. Os vencedores da noite foram a Miss Amazonas, Juliana Malveira, 22, e o Mister Piauí, Antony Marquez, 23.

“Representar meu Amazonas foi maravilhoso. Não vou mentir, eu estava bastante confiante. O Amazonas em peso confiou a mim esse poder para representá-los e sei que, com o apoio deles e a torcida deles, conseguir vencer e isso é muito bom. Levar esse título pra casa é melhor ainda”, disse a Miss Brasil eleita.

“Foi uma honra muito grande participar de um concurso deste tamanho. Sou nordestino do Piauí e honrei meu estado. Ter uma atitude e beleza com propósito foi o diferencial, pois um mister tem que transcender a estética. É um momento de alegria e espero trabalhar em grandes projetos e ter representatividade e ser um porta-voz”, disse o Mister Brasil eleito.

Entre outros convidados, no júri estava a atriz e modelo Luiza Brunet que também é embaixadora oficial do programa Salve uma Mullher do Governo Federal. O concurso, juntamente com o Pró-Beleza, que representa de mais de 6 milhões de trabalhadores da beleza e cosméticos no Brasil, anunciou ser parceiro e apoiador do programa ministerial que tem como enfoque o combate ao feminicídio e à violência contra a mulher.

Brunet, como embaixadora oficial da ação, acompanhada da Doutora Cristiane Britto, Secretária Nacional de Políticas para Mulheres e da Doutora Roberta Monzini, Diretora Nacional de Políticas para Mulheres, ambas do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, deram uma verdadeira aula sobre o programa, explicando como todos podem utilizar o “ligue 180” no apoio e orientação às mulheres vítimas dos mais diversos tipos de violência.

A Secretária Nacional Cristiane Britto publicou no seu instagram “O concurso @missemisterbrasil promove autoestima e ação social. A edição 2019 mostrou a inclusão, ao ter entre os misters um candidato com deficiência auditiva (aplausos). Por fim, registro as minhas saudações especiais a todos os que concorreram”.

Por sua vez, a Diretora Nacional Roberta Monzini disse que “Durante muito tempo os concursos de beleza tinham foco na erotização dos participantes, mas em temos aqui a oportunidade de ver este trabalho lindo ser realizado com foco não somente na beleza mas na solidariedade e nas ações sociais dos participantes, além de ser preocupada em ser referência de homem e mulher comprometidos com o futuro da nação”.

Segundo Luiza Brunet, “Poder contar para as mulheres que eu sofri violência é muito importante. Me sinto feliz de ser voz de um programa e poder ajudar outras como eu. É nosso dever como parte da sociedade, é papel do cidadão”. “Beleza com conscientização fica muito mais chique e elegante”.

Durante o evento Brunet também recebeu uma faixa de Madrinha do concurso Miss e Mister Brasil, tradição do concurso como forma de agradecimento de todo o seu trabalho em prol do setor da beleza. “Realizei meu sonho”, revelou a modelo, que nunca concorreu como miss.

Além dela, o vocalista do grupo Jeito Moleque, Gui Albuquerque também foi aclamado Padrinho do Miss e Mister Brasil e emocionado agradeceu a organização pela escolha.

Estavam presentes no evento outros diversos artistas como Lucas Mesquita (o Gavião do SBT), Cozete Gomes (Mulheres Ricas), Tati Minerato, Mariano Jr, Marcelo Galatico, Mc Nego Blue, Pedrinho Black (ex vocalista Art Popular), Nani Venâncio, Silvetty Montilla, Salete Campari, Aritana Maroni, Nahim, Jaqueline Grohalski entre outros que foram voluntariamente colaborar com a arrecadação de brinquedos promovido pelo certame através de seu projeto social “Beleza do Bem”.

Na ocasião, foi também comemorado o aniversário de cem anos do sindicato, com homenagens à Ricardo Izar (Deputado Federal autor do PL 4747/2016 que reconhece a atividade de agents culturais de moda e beleza), Vanessa Mendes (Diretora de Relações Sociais e Políticas do Pró-Beleza) e outros membros da categoria de beleza.

O concurso, que existe há quase nove décadas, elege representantes nacionais para concursos internacionais diferentes, decididos posteriormente pela organização.

Candidatos das 26 unidades e federação, mais o Distrito Federal, competiram pelos títulos.

A partir de agora, ambos cumprirão uma agenda de compromissos ligados a projetos sociais, em uma ação do certame chamada de “Beleza do Bem” que atende crianças carentes, moradores em situação de rua e idosos.

No concurso, foram arrecadados mais de 9 mil brinquedos que já estão sendo destinados para crianças carentes em uma homenagem para o Natal.

Deixe uma resposta